24 março 2017

Câmara Municipal de Mora com um volume de obras na ordem dos 2 milhões de euros

A Autarquia de Mora está no momento com uma série de obras em mãos. Intervenções estas que visam contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população do Concelho, bem como tornar a sua imagem mais apelativa. Tratam-se também de obras que fazem parte do programa eleitoral, sufragado há quatro anos pela população do Concelho e que este executivo se propôs realizar.

Das intervenções que estão a acontecer no Concelho, destaque para as obras de grande investimento: a construção do Centro Cultural e a Requalificação da Praceta, em Cabeção; a Construção do Miradouro e do Parque Urbano em Mora; a construção de uma nova ETAR, em Pavia e em breve iniciar-se-ão os trabalhos de requalificação da Casa do Povo, em Brotas.

A Câmara Municipal pretende com a construção do Centro Cultural de Cabeção promover um encontro intergeracional capaz de dinamizar novas vivências que contribuam para o crescimento sociocultural da freguesia. O novo edifício terá no seu interior disponíveis três salas para as instituições associativas da Freguesia e uma outra sala polivalente de utilização comum das mesmas. Irá permitir também estabelecer uma ligação pedonal entre a Rua João de Deus e a Rua 5 de Outubro. A área exterior será muito peculiar, em que se pretende que o pátio que precede a entrada na sala comum tenha condições para acolher pequenas exibições públicas, através da fachada desse anfiteatro, a qual pode assumir a função de tela e proporcionar excelentes condições para a projeção de cinema ou de qualquer outro conteúdo audiovisual. A obra adjudicada à empresa Datiben Construções Unipessoal, Lda, pelo valor de 362.530,68€, prevê-se que esteja concluída em Setembro deste ano.

Ainda em Cabeção assistimos à requalificação da Praceta, no Bairro João Lopes Aleixo. Uma área que depois da intervenção que está a ser alvo se tornará mais ampla, conferindo um local mais fresco com a introdução de nova vegetação, constituindo uma ampla área de sombra e lazer. Esta obra visa tornar este espaço mais aprazível e convidativo à permanência e convívio. Uma obra por administração directa, no valor de 37.288,20€ (não inclui custos com mão-de-obra) e com prazo de execução previsto de dois meses.

Na Freguesia de Mora, as duas obras de maior investimento são a construção do Parque Urbano e a construção do Miradouro. A primeira, num valor de 1.046.330,90€ que terá início em breve, numa intervenção que pretende transformar a área envolvente ao espaço recentemente criado - o Museu Interactivo do Megalitismo. A intervenção irá proporcionar um espaço verde de utilização colectiva complementada por alguns equipamentos lúdicos/desportivos, associada ao Museu, ao Auditório Municipal, ao Pavilhão Municipal de Exposições e ao Parque de Feiras, constituindo-se como área complementar da estrutura urbana histórica da vila. Uma obra que tem um prazo de execução previsto de seis meses. A Autarquia conta ter ainda este ano esta nova valência disponível para a população usufruir.

Quanto ao Miradouro de Mora, prevê-se a requalificação e valorização do espaço público no topo norte do Bairro da Misericórdia. Sendo um dos pontos mais altos da Vila, com uma vista privilegiada, a sua requalificação possibilitará gerar um espaço de lazer. A obra já arrancou, com um custo de 80.466,35€, espera-se estar concluída no prazo de quatro meses. 

No que diz respeito à Freguesia de Pavia, a intervenção prevista recai na construção de uma nova ETAR, sendo que a vila tem vindo, desde 1989 a ser servida por um sistema constituído por lagoas de estabilização e tendo-se verificado durante o seu funcionamento alguns problemas, os quais conduziram a uma reavaliação e à procura de alternativas. A solução proposta apontou para a construção e instalação de uma ETAR compacta, com sistema de arejamento prolongado, por forma a obter-se um alto rendimento na limpeza dos resíduos. Esta é uma obra que terá um custo de 180 mil euros.

E por fim, mas não menos importante, na Freguesia de Brotas, a requalificação da Casa do Povo. Uma intervenção que passará pelo nivelamento e substituição do pavimento do salão de festas, de forma a capacitar este equipamento para outras utilizações que não apenas espectáculos.

Construção-do-Centro-Cultural-de-Cabeção.jpg

Construção-do-Miradouro-de-Mora.jpg

Construção-do-Parque-Urbano-de-Mora.jpg

Construção-da-nova-ETAR-de-Pavia.jpg