26 setembro 2016

Núcleo Regional do Megalitismo abriu portas

Inauguração aconteceu a 15 de Setembro

O Núcleo Regional do Megalitismo, sediado em Mora, tem como objectivo a valorização do vasto património megalítico, uma riqueza do Concelho de Mora. Esta ideia avançada pelo executivo da Câmara Municipal de Mora torna-se agora realidade, com a abertura ao público deste novo espaço.

A cerimónia de inauguração aconteceu dia 15 de Setembro e contou com a presença do executivo da Câmara Municipal de Mora, bem como do Presidente da CCDR Alentejo, Dr. Roberto Grilo. Estiveram ainda presentes representantes do Museu de Arqueologia de Lisboa, da Região de Turismo do Alentejo e da Delegação da Cultura do Alentejo, entre centenas de convidados e munícipes.

A intervenção que teve início há dois anos integrou e reabilitou a antiga Estação de Mora, criando simultaneamente novos espaços para o núcleo museológico e área de cafetaria. Na estrutura antiga foram recuperadas áreas que dão agora lugar a espaços de lazer para os jovens e crianças, onde podem usufruir de jogos interactivos, bem como uma sala de internet e uma biblioteca. Os diversos elementos ficam interligados por um corredor com uma estrutura, cujas pequenas aberturas simbolizam o geometrismo presente nas Placas de Xisto da época megalítica.

A área museológica representa a modelação do terreno e integra três espaços que englobam o quotidiano das populações neolíticas: a Vida, a Morte e a Contemplação. As colecções arqueológicas expostas provêm maioritariamente de cedências realizadas pelo Museu Nacional de Arqueologia (materiais encontrados em escavações realizadas no Concelho de Mora) e de outras instituições. De salientar que os primeiros trabalhos sistemáticos de investigação arqueológica no concelho de Mora se iniciaram em 1914, com Virgílio Correia.

Esta nova valência agora disponível pode ser visitada a partir de hoje, sendo que na primeira semana os munícipes de Mora não pagam entrada.

Este novo espaço vem complementar a oferta que foi gerada pelo Fluviário, desta forma existem entradas com acesso aos dois equipamentos a um preço mais económico. 

Esta aposta trará mais visitantes ao Concelho de Mora, esperando-se com isso um reflexo positivo na economia. Um investimento de futuro num concelho que valoriza o passado.