Igreja de Santo António

Situada no extremo ocidental da vila e na bifurcação da Estrada Nacional 370, que liga Pavia a Avis, este era o local antigamente designado de Matinho de Santo António – Rua de Santo António.

​A construção do edifício data do século XVII e é um bom exemplo da construção popular religiosa. No ano de 1930 este espaço encontrava-se em ruína, resultado do mau tempo e por se situar numa zona central da vila. Nesse mesmo ano foi recuperado por uma comissão de devotos, com a ajuda do Pároco. Em 1932 esta Ermida já se encontrava totalmente recuperada.


No seu interior e sobre o altar, encontra-se um retábulo composto por oito painéis de pintura que representam a vida e os milagres de St. António.

Características Particulares
Ermida de nave única dividida em três tramos, com remate do portal principal em frontão triangular e sineira sobre o alçado lateral esquerdo. O retábulo fingido de pintura mural na parede fundeira do altar-mor, por detrás do retábulo de madeira, demonstra a inventividade dos pintores fresquistas, que simulavam retábulos em madeira - mais caros e de mais difícil execução - para poderem responder às solicitações de alguns com menos recursos. Apesar da destruição do painel central, constitui um interessante exemplo da prevalência do mesmo tema segundo diferentes técnicas, evidenciando uma composição cuidada e denotando conhecimento dos modelos eruditos e boa técnica. O retábulo de madeira de pendor maneirista veio substituir o de pintura mural entretanto encoberto.

Igreja de Santo António

Informações Adicionais