Descrição Histórica

brasaopavia.jpg

Diz um antigo prolóquio regional que não se deve estar em Mora nem uma hora, em Cabeção nem um serão e em Pavia nem um dia. Com isto, ao que parece, se quis dizer que das três vilas Pavia seria a melhor. Pavia é uma freguesia do Concelho de Mora, com 185,28 km² de área e 932 habitantes (censos de 2011). Foi sede de Concelho entre 1287 e o início do século XIX. A freguesia de Pavia é atualmente composta por duas povoações, Pavia e Malarranha. Malarranha situa-se a cerca de 5 km de Pavia, onde se pode visitar a Igreja de Nossa Senhora de Fátima.
 
 
No século XVI foi construído o edifício dos Paços do Concelho, onde atualmente se situa a Junta de Freguesia.
O povoamento de Pavia remonta à pré-história tal como demonstram as diversas antas presentes na zona, estando mesmo os restos de uma delas no centro da vila. Hoje transformados em capela dedicada a São Dinis, como forma de homenagem por ter sido este a dar o primeiro foral a Pavia em 1287. Os inúmeros registos megalíticos presentes na zona provam a antiguidade da vila. Diz-se que as origens históricas deste agregado populacional, o mais antigo do Concelho de Mora, se ficaram a dever a uma colónia de imigrantes italianos chefiada por um certo Roberto, provenientes de uma região italiana denominada de Pavia, fixados a instâncias de D. Afonso III ou de D. Dinis.
A reforma administrativa da vila deu-se a 6 de novembro de 1836, integrando em Pavia os extintos Concelhos de Águias, Cabeção e Mora. Esta situação manteve-se até 17 de abril de 1838, altura em que a sede de Concelho passa a ser Mora.
Esta é uma vila tipicamente alentejana que se encontra já bastante afastada do Ribatejo. Está rodeada de paisagens a perder de vista onde se podem avistar pequenos pontos brancos dispersos entre sobreiros e azinheiras que são nada mais, nada menos, que os típicos montes alentejanos.
Nesta vila viveram duas ilustres personalidades: Fernando Namora e Manuel Ribeiro de Pavia. Fernando Namora para além da profissão de médico que exerceu nesta terra, também escreveu sobre estas gentes e sobre as lindas paisagens que espreitam a vila de Pavia e deixou algumas das suas telas que retratam essas mesmas paisagens. Manuel Ribeiro, que posteriormente adotou o nome da vila ficando Manuel Ribeiro de Pavia, foi outro grande homem. Pintor de excelência que deixou um museu com vários originais, que são visitados por inúmeras pessoas, na Casa Museu Manuel Ribeiro de Pavia. Dois nomes sonantes que deixaram bem presente a marca das suas obras na vila e no Concelho.
 
​Datas Festivas
​Feira Anual de Pavia
Parque de Feiras de Pavia - 1º Fim de semana de Junho
Festas em Honra do Santíssimo Sacramento
Pavia – 1º fim de semana de Setembro
​São Martinho
11 de Novembro
Concurso de Pintura Rápida “Pintar Pavia”
Bienal – data volante
​Festas em Honra de Nossa Senhora de Fátima
Localidade de Malarranha – 3º fim de semana de agosto